Tags

, , ,

O começo da semana é sempre mais morto e parece que não tem muita coisa para se fazer. Mas numa cidade grande como São Paulo sempre temos opções de passeios, principalmente, se tivermos um dia de folga ou estivermos de férias em plena terça-feira.  Saiba que muitos museus têm entrada gratuita neste dia?

Mesmo que você já tenha ido uma vez, as exposições se renovam e é sempre bom estar em contato com arte, não é? Eu, pelo menos, adoro perambular entre quadros, esculturas, instalações de grandes artistas.  Algumas sugestões:

MASP – Museu de Arte de São Paulo

MASP - José Cordeiro

A ida ao MASP já é um evento. O prédio moderno projetado pela arquiteta Lina Bo Bardi é um ícone da cidade, com 11 mil m2 divididos em cinco pavimentos e com vão livre de 74 metros, o museu é também um centro cultural com escola de arte, ateliês, espetáculos de dança, música e teatro, palestras e debates, cursos e outras atividades. A exposição Arte do Brasil até 1900 que está em cartaz apresenta um parte da coleção de pintura brasileira do MASP, do século 17  ao  19, do período colonial à República. Mas em minha opinião o acervo permanente do museu é o melhor. A exposição Passagens por Paris são de artistas que viveram na Cidade Luz por um período e mostra um panorama da arte entre 1866 e 1948 de artistas emblemáticos. Obras dos pintores europeus mais importantes da história estão lá. Manet, Degas, Cézanne, Gauguin, Van Gogh, Matisse, Renoir, Toulouse-Lautrec, Picasso, Modigliani.  Tem também arte sacra – Deuses Madonas – A Arte do Sagrado e  a mostra O Triunfo do Detalhe (e depois, nada) permite uma nova visão sobre 60 obras já consagradas do acervo do Museu.

MASP - toulouse

Acesse aqui para ver a programação completa e os horários de funcionamento do Masp.

Av. Paulista, 1578

Como chegar: Metrô Estação Trianon-Masp

Terça, das 10h às 18h. Grátis. A entrada é permitida até as 17h30.

Caso não consiga ir neste dia, não tem problema. Às quintas, das 17h às 20h, também a entrada é gratuita.

MIS – Museu da Imagem e do Som

Instalação de Robert Heinecken  - MIS

Um dos meus museus favoritos, com algumas exposições que bombaram como a do Castelo Rá-Tim-Bum, David Bowie e sobre o cineasta Stanley Kubrick, o MIS está sempre se renovando e trazendo novidade sobre arte, cinema, fotografia e música.  Foi o museu mais visitado de 2014, segundo a SPTuris, órgão de turismo do estado. Atualmente, está em cartaz a exposição a Mulher na Revolução de 32,  que  reúne, entre fotografias e arquivos de áudio, trocas de correspondências relatando o dia a dia de voluntárias da Revolução. Os documentos revelam o papel da mulher no momento em que o Estado de São Paulo se rebelava contra o governo de Getúlio Vargas.  Há também uma mostra com fotos de cenas, bastidores de filmagens, vídeos com entrevistas exclusivas e equipamentos da produção cinematográfica na cidade de São Paulo entre os anos de 1968 e 1980. Outra mostra bem interessante é a instalação Waking Up in News America, do artista norte-americano Robert Heinecken , que investiga duas das grandes preocupações do artista: os meios de comunicação e os efeitos da televisão enquanto veículo de massa. O ambiente é uma  sala em que absolutamente todas as superfícies – paredes, piso, teto e todos os objetos que compõem o ambiente ‒ são cobertos por imagens captadas da TV.

A mulher  na Revolução de 32 - MIS

Se não conseguir ir na terça, a sugestão é ir no domingo conferir as mostras e também assistira ao #CineCiência. O projeto, que todo primeiro domingo do mês traz um filme seguido de debate no Auditório LABMIS, apresenta o filme Violino Vermelho. Após a sessão, acontece debate com especialista em musicologia Carla Bromberg, com mediação de José Luiz Goldfarb.

Acesse aqui para ver a programação completa e os horários de funcionamento do MIS.

Av. Europa, 158, Jardim Europa

Grátis às terças das 12h às 21h.

Como chegar 

As seguintes linhas de ônibus servem à região do museu:

  • 107 T-10 Metrô Tucuruvi – Pinheiros
  • 930P- 10  Term. Pq D. Pedro II – Pinheiros
  • 908T- 10  Term. Pq D. PedroII – Butantã (circular)
  • 7181 -10 Cidade Universitária – Term. Princ. Isabel

Pinacoteca

Acervo Pinacoteca - Caio Pimenta

A Pinacoteca do Estado de São Paulo oferece entrada gratuita até 10 de abril, enquanto estão montando novas exposições.  A visita vale a pena para conhecer o acervo do museu e o belo prédio histórico.  Atualmente, está em cartaz até 19 de abril a exposição de fotografias  em preto e branco Bom Retiro e Luz, de Cristiano Mascaro, um projeto com o objetivo de criar uma conexão com o entorno e trazer o bairro para dentro do museu. No acervo permanente, os visitantes conhecem  cerca de 500 obras, entre pinturas, esculturas, desenhos, gravuras e fotografias, de importantes artistas brasileiros deste o período colonial até a década de 1930, como Debret, Taunay, Facchinetti, Almeida Junior, Eliseu Visconti, Pedro Alexandrino, Candido Portinari, Lasar Segall, entre outros. É possível também alugar um audioguia por R$ 4 disponível em três idiomas, português, inglês e espanhol. O visitante ouve trechos sobre a história da Pinacoteca e pode optar por um percurso seguindo o roteiro proposto, com duração aproximada de 1h30.

Praça da Luz, 2

Como chegar: Metrô Estações Luz e Tiradentes 

Horários de funcionamento clique aqui.

Outros museus que são gratuitos todos os dias são:

Galeria de Arte da Fiesp com a exposição Leonardo da Vinci: a natureza da invenção

Mube – Museu Brasileiro de Escultura

Museu de Arte Contemporânea – MAC – Ibirapuera

Museu de Arte Brasileira – FAAP

Museu Lasar Segall

Tem mais alguma sugestão para acrescentar na lista? Quais são seus museus favoritos em São Paulo?

Anúncios