Tags

, , ,

A exposição Picasso e a Modernidade Espanhola em cartaz no Centro Cultural Banco do Brasil é daquelas que você precisa ir, caso seja um admirador das artes. Mesmo que não seja grande fã do pintor, vale a pena ir pela sua importância  e genialidade. Caso não entenda muito  sobre o artista espanhol, vou contar o que você precisa saber sobre Picasso para aproveitar melhor a mostra e os melhores horários para não enfrentar as filas quilométricas, que já estão comuns neste tipo de evento.

Exposição Picasso e a modernidade espanhola

Exposição Picasso e a modernidade espanhola

Chegue bem cedo

Se você não é uma daquelas pessoas privilegiadas que pode ir à exposição durante a semana, chegue, pelo menos, uma hora antes de abrir o CCB, ou seja, às 8h. Quando abre, às 9h, a fila já está grande.  Se vai ter que esperar, uma sugestão é levar uma biografia sobre o artista, há várias nas livrarias ou sobre arte espanhola, assim já vai se familiarizando com o tema.  Durante a semana, os melhores dias são segunda, quarta e quinta, na parte da manhã, ainda assim tem pequenas filas, mas bem menores.  Enquanto espera, artistas distraem os visitantes com apresentações de música e dança espanhola às 14h e 16h.  Às terças, o CCBB não abre.

Picasso em açãoFilmes sobre Picasso

Há vários filmes sobre vida e obra do artista. Excêntrico e mulherengo, Picasso foi pintor, escultor e desenhista e um dos principais artistas plásticos do século 20. Ele nasceu em 1881 em Málaga, na Andaluzia e morreu em 1973 em Mougins, na França. Dia 8 de abril fez 42 anos da morte do artista.  Para saber mais sobre vida e obra,  algumas sugestões de filmes:

OS AMORES DE PICASSO  – 1996. DIREÇÃO: JAMES IVORY
O ator britânico Anthony Hopkins interpreta Pablo Picasso e mostra quando o artista, aos 60 anos, em 1943, conhece Françoise Gilot (Natascha McElhone), de 23 anos, e se apaixona por ela, com quem tem dois filhos, Claude e Paloma, e a qual aceita as amantes de quem considera seu grande mestre e, em troca, entra em contato com seu universo artístico e pessoal.

AS AVENTURAS DE PICASSO – 1978. DIREÇÃO: TAGE DANIELSSON

O realizador sueco narra a história do artista espanhol que, desde cedo, demonstrava talento para a pintura, mas que teve de viver na pobreza em Paris, até ser descoberto por um milionário americano e começar a ganhar dinheiro e conviver com pessoas famosas como Gertrude Stein, Alice Toklas de B, Appolinaire, Hitler e Churchill.

O MISTÉRIO DE PICASSO – 1956. DIREÇÃO: HENRI-GEORGES CLOUZOT
O cineasta francês Henri-Georges Clouzot convence o amigo Pablo Picasso a fazer um documentário de arte em que revelaria o momento misterioso da criação. Para tal, foram desenvolvidas 20 telas, com tinta e papel especial, desenhos fantásticos, pelo artista espanhol. As telas realizadas com tinta óleo aparecem com uma mudança na cor das imagens e por meio da técnica de animação em stop-motion. Em 1984, este documentário foi considerado um tesouro nacional na França.

MEIA NOITE EM PARIS – 2011. DIREÇÃO: WOODY ALLEN
Nesse filme de Woody Allen, que retrata o universo artístico parisiense no início do século 20, Pablo Picasso é interpretado por Marcial Di Fonzo Bo e aparece como um dos frequentadores do apartamento da escritora norte-americana Gertrude Stein, vivida por Kathy Bates e que ficou famosa em função de ser uma referência para a cultura de vanguarda da capital francesa.

*Informações do site Revista da Cultura

Música e dança espanhola no CCBB

Música e dança espanhola no CCBB

A exposição

A mostra tem algumas obras do artista fundador do cubismo e foram trazidas do Museo Nacional Centro de Arte Reina Sofía de Madri e  também peças de outros artistas espanhóis. A mostra destaca a forma como Picasso concebeu a modernidade e como influenciou ou se relacionou com os principais criadores espanhóis da época como Juan Gris, Miró, Dalí, Julio González, Óscar Domínguez e o conjunto de mestres espanhóis da arte moderna.

Mulher sentada apoiada sobre os cotovelos - Picasso

Mulher sentada apoiada sobre os cotovelos – Picasso

Entre as obras presentes estão Cabeça de Mulher (1910), Busto e Paleta (1932), Retrato de Dora Maar (1939) e O Pintor e a Modelo (1963), além de estudos e esboços para Guernica que ajudam a entender o processo de criação dessa que é uma das mais impactantes obras de arte de todos os tempos. A obra original encontra-se no Museo Reina Sofia e mede 349,3 x 776,6 cm, impressionando os visitantes pelos detalhes e tamanho.  Concebida como uma reação imediata ao bombardeio nazista que, durante a Guerra Civil Espanhola, matou mais de 100 civis na pequena cidade que dá nome à pintura, Guernica de Picasso é um pungente e atemporal manifesto em favor da paz.

Esboço para a Guernica - Picasso

Esboço para a Guernica – Picasso

O CCBB tem um agradável café, mas caso queira algo diferente, vá conhecer a Casa Mathilde, de doces portugueses a poucos metros dali. Saiba mais aqui.

Para se aprofundar ainda mais na vida e obra do escritor, entre no site do Museo Pablo Picasso, de Barcelona.

Rua Álvares Penteado, 112, Centro

Como chegar: metrôs São Bento e Sé

A mostra vai até 26 de junho

Mais informações e horários de funcionamento, agendamento de visitas para grupos em português e inglês, clique aqui

Entrada grátis

Guernica - Picasso

Guernica – Picasso

Anúncios